Approved Abstracts

Educação ambiental via Programa Município Verde-Azul



Author(s): Rezende, MOO; Landgraf, MD; Borges, LG; Rossi, LAO; Figueiredo, L; Olivares, IRB;
Presenter: Maria Olímpia de Oliveira Rezende

O Programa Município Verde-Azul é uma iniciativa do governo do estado de São Paulo para avaliar e melhorar a eficiência da gestão ambiental das cidades que fazem parte do Programa. Para que se possam alcançar resultados significativos, os municípios são alocados em uma escala de acordo com os seus respectivos resultados em 10 diretrizes, sendo o tratamento de água uma delas. O município de São Carlos encontra-se na posição 126 de um total de 645 da escala, de acordo com avaliação realizada em 2020, o que indica a necessidade de melhorias, especialmente, em relação à gestão de águas. Para que o atual cenário possa mudar, é necessário que haja políticas públicas que busquem a melhor gestão ambiental. Dessa forma, é importante que as águas dos rios e córregos que atravessam a cidade sejam coletadas e analisadas periodicamente, sendo este o propósito deste trabalho. Para cumprir este objetivo e com base na diretriz Gestão das Águas do referido Programa Município Verde-Azul, são amostradas as águas de vários córregos em relação a alguns parâmetros, como pH, nitrogênio Kjeldahl, carbono orgânico total e fósforo, os quais foram escolhidos com base no que é proposto pela CETESB em relação à análise de águas, sendo feitas coletas em diferentes estações do ano. Essas coletas são realizadas em 8 pontos, a saber: Água Fria, Água Quente, Fazenda Invernada, Gregório, Lazzarini, Mineirinho, Monjolinho e Tijuco Preto. Cada coleta é executada de duas formas para que se possam obter informações sobre a incerteza da amostragem: (a) com uma ferramenta coletora e (b) com um balde. As medições de pH foram feitas “in situ” enquanto as determinações dos outros componentes foram realizadas em laboratório por técnicas específicas. A incerteza de amostragem foi calculada utilizando ANOVA e Range (double split) com auxílio do software ConfLab para que houvesse maior confiança e análise dos resultados. Foi obtida até o momento uma grande variação na incerteza das amostragens com relação à análise de carbono orgânico total, sendo que este fato está ligado à grande heterogeneidade das amostras, principalmente em relação ao córrego Água Quente, sendo este um dos pontos mais poluídos que foram analisados. Além disso, pôde-se classificar as águas, de forma geral, como água doce classe 4, de acordo com a resolução 357 de 17 de março de 2005 do CONAMA, sendo que nesta classificação a água pode apenas ser utilizada para navegação e harmonia paisagística devido ao alto teor de poluição encontrado nas amostras, com exceção do rio da Fazenda Invernada, que pode ser classificado como água doce de classe 3, sendo possível utilizar a água para consumo humano após tratamento convencional ou avançado, atividades recreativas de contato secundário, dessedentação de animais, irrigação de culturas arbóreas, cerealíferas e forrageiras e pesca amadora. Estes resultados serão divulgados e utilizados para conscientizar a população quanto à importância da preservação de recursos hídricos e poderão ser utilizados pela prefeitura da cidade para promover melhor gestão das águas do município.

Letícia G. Borges, Luís A. Rossi e Luana Figueiredo agradecem ao Programa USP Municípios da Universidade de São Paulo, Edital 01/2020-2021 do Programa Santander de Políticas Públicas, pelas bolsas concedidas.


Keywords: Incerteza de amostragem; Gestão das águas; Educação ambiental

[back]



Confirmed
Speakers


Venue
HOTEL HIMMELBLAU

Hotel Himmelblau has a family tradition of over 40 years, operating and offering the very best in hospitality. Located in the central region of the city, we are close to the main attractions of Blumenau, next to Shopping Neumarkt and at a distance of 2km from Vila Germanica Park.

Rua 7 de Setembro - 1415 - Centro
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
CEP: 89010-203


Any questions?

Please send a message to us!