Approved Abstracts

Influência da temperatura nas respostas de biomarcadores bioquímicos e genotóxicos em girinos de rã touro (Lithobates catesbeianus) expostos ao herbicida ametrina



Author(s): Grott, S. C.; Israel, N.; Bitschinski, D.; Carneiro, F.; Rutkoski, C. F.; Alves, T. C.; Almeida, E. A.;
Presenter: Suelen Cristina Grott

A ametrina (AMT) é um herbicida do grupo das triazinas, amplamente utilizado no país, principalmente na cultura da cana-de-açúcar. Devido sua adsorção no solo ser relativamente baixa e sua alta solubilidade em água, estudos indicam que a AMT é um contaminante do solo, águas superficiais e subterrâneas e com isso podendo afetar organismos aquáticos como os anfíbios. Aumentos de temperatura podem intensificar os efeitos dos herbicidas, tornando as reações químicas e biológicas mais rápidas, alterando a disponibilidade de oxigênio dissolvido, acelerando a ventilação e o metabolismo, aumentando assim a demanda de oxigênio e possivelmente aumentando a susceptibilidade aos efeitos desses compostos nos anfíbios. Diante disso, este estudo avaliou a influência da temperatura nas respostas dos biomarcadores em girinos de rã-touro (Lithobates catesbeianus) expostos a diferentes concentrações da AMT. Os girinos em estágio pré-metamórfico foram expostos a 0 (controle) 10, 50 e 200 ng.L- 1 do herbicida por um período de 16 dias em duas diferentes temperaturas (25 e 32° C). As enzimas antioxidantes catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD) e a enzima de biotransformação glutationa S- transferase (GST) tiveram sua atividade reduzida na temperatura mais elevada (32º C). Por outro lado, as enzimas glicose-6- fosfato desidrogenase (G6PDH) e glutationa peroxidase (GPx), não sofreram alterações nas atividades em ambas as temperaturas e nas concentrações analisadas da AMT. A SOD foi a única enzima que apresentou diferença entre as concentrações da AMT, com redução de 76,60% na atividade a 200 ng L-1 na temperatura de 32º C em relação ao controle na mesma temperatura. A atividade das esterases (acetilcolinesterase, AChE e carboxilesterase, CbE) permaneceu inalterada nas diferentes concentrações e temperaturas analisadas, assim como os níveis de peroxidação lipídica e proteínas carboniladas. Os marcadores genotóxicos (frequências de micronúcleos e anomalias nucleares) não sofreram alterações ao longo do período experimental. Por fim, uma análise de biomarkers fingerprint dos biomarcadores foi capaz de evidenciar diferenças entre as concentrações e diferentes temperaturas. Tais achados ficam evidentes com a análise do índice de resposta de biomarcadores (IBR) que registrou o maior valor do índice na concentração de 200 ng L-1 a 32º C, sugerindo que esta concentrações da AMT combinada com a temperaturas mais elevada pode ser capaz de gerar efeitos mais pronunciados no metabolismo dos girinos. Desta forma, podemos inferir que a exposição a concentrações ambientalmente relevantes de AMT na temperatura mais elevada, por um período de 16 dias, pode alterar significativamente o metabolismo dos girinos, comprometendo seu estado fisiológico e possivelmente podendo causar alterações no seu desenvolvimento.

Fonte financiadora: FAPESC e CNPQ


Keywords: Girinos; Temperatura; Ametrina

[back]



Confirmed
Speakers


Venue
HOTEL HIMMELBLAU

Hotel Himmelblau has a family tradition of over 40 years, operating and offering the very best in hospitality. Located in the central region of the city, we are close to the main attractions of Blumenau, next to Shopping Neumarkt and at a distance of 2km from Vila Germanica Park.

Rua 7 de Setembro - 1415 - Centro
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
CEP: 89010-203


Any questions?

Please send a message to us!